Relações com Investidores

Visite Nossas Lojas

Institucional

Stock Options

A Companhia possui 2 (dois) Planos de Outorga de Opção de Compra de Ações em vigor.

Stock Options

Resumo do Plano
1º Plano – 2018 Outorga
Data de Outorga 16/Jan/2018
Quantidade de Opções Outorgadas
835.000
Período de Carência para o Exercício (Vesting) 3 anos
Vencimento para o Exercício 31/Mar/2021
Prazo máximo para o Exercício 31/Mar/2022
Preço de Exercício(1) R$ 9,50
Beneficiários (Colaboradores) 24
2º Plano – 2019 Outorga
Data de Outorga 11/Mar/2019
Quantidade de Opções Outorgadas
780.000
Período de Carência para o Exercício (Vesting) 3 anos
Vencimento para o Exercício 31/Mar/2022
Prazo máximo para o Exercício 31/Mar/2023
Preço de Exercício(1) R$ 7,96
Beneficiários (Colaboradores) 22

(1)O preço de exercício fixado acima é corrigido pela variação do índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA desde a data da outorga até a do

Definições estabelecidas no Plano:

Para fins de Regulamento de Outorga de Opção de Compra de Ações atualmente em vigor, os termos abaixo empregados, respeitarão as definições a seguir:

  1. Potenciais beneficiários
    Poderão ser eleitos como beneficiários de outorgas de opção de compra de ações os diretores (estatutários ou não), gerentes de divisão e funcionários da Vulcabras Azaleia S.A. (“Companhia”) e das sociedades que estejam sob o seu controle direto ou indireto (“Controladas”), inclusive em relação a novas contratações, ficando todos eles sujeitos à aprovação do Conselho de Administração da Companhia (“Participantes”).
  2. Número máximo de opções a serem outorgadas
    Serão outorgadas opções em volume que não supere o limite correspondente ao número estabelecido no escopo de cada plano.
  3. Condições de aquisição
    Haverá uma só outorga de Opções para cada plano, que será realizada na data da Assembleia Geral Extraordinária.As Opções, bem como os direitos e obrigações decorrentes da Outorga e do Contrato, têm caráter personalíssimo e serão intransferíveis, impenhoráveis e incomunicáveis a eventual cônjuge, não podendo ser cedidos ou de qualquer forma transferidos a terceiros, nem dados em garantia. O Participante não poderá fazer operações de hedge ou qualquer tipo de operação que reduza o risco atrelado às Opções como venda a descoberto de ações da Companhia, compra de opções de venda (put options), operações em mercado futuro, etc.As Opções poderão ser exercidas em Datas de Exercício específicas, conforme disposto no Contrato, para a aquisição de Ações, sendo esta a data base para aferição do término do Período de Carência. Nas Datas de Exercício, os Participantes poderão exercer as Opções que atenderam ao Período de Carência (“Opções Maduras”) aplicáveis ao direito do Participante de adquirir Ações de emissão da Companhia por preço previamente fixado, durante um determinado período de tempo, atendidas as condições estabelecidas no Contrato (“Opções”).Uma vez comunicada a Companhia, o efetivo exercício das Opções ocorrerá na forma determinada no Contrato, que estabelece as datas em que serão adquiridas e entregues as Ações.
    O exercício das Opções será formalizado mediante (i) o envio da notificação à Companhia, conforme modelo anexo do Contrato, (ii) o pagamento do Preço de Exercício, e (iii) a entrega de recibo ou boletim de subscrição pela Companhia discriminando o Preço de Exercício e a quantidade de ações a serem adquiridas.
  4. Critérios pormenorizados para fixação do preço de exercício
    O preço de exercício é fixado na aprovação de cada plano, e será corrigido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA desde a data da outorga até a data do efetivo exercício da Opção (“Preço de Exercício”).
  5. Critérios para fixação do prazo de exercício
    Os Participantes poderão exercer as Opções Maduras somente em duas datas de exercício, conforme especificadas em cada plano.As Opções que não forem exercidas na última Data De Exercício serão extintas e não poderão mais ser exercidas pelos Participantes.
  6. Forma de liquidação de opções
    No exercício das Opções Maduras, e consequente aquisição das Ações, os Participantes estarão sujeitos às regras restritivas de negociação com ações de companhias abertas estabelecidas pela regulamentação aplicável e pela Política de Negociação da Companhia.
    Observados os critérios previstos no Contrato, o Participante que desejar exercer suas Opções Maduras deverá comunicar à Companhia, por escrito, sua intenção, nos termos do modelo de comunicação anexo ao Contrato.
    Uma vez comunicada a Companhia, o efetivo exercício das Opções ocorrerá na forma do Contrato.
  7. Critérios e eventos que, quando verificados, ocasionarão a suspensão, alteração ou extinção do plano
    Sem prejuízo de qualquer disposição em contrário, prevista no Contrato, as Opções extinguir-se-ão automaticamente, cessando todos os seus efeitos de pleno direito, nos seguintes casos:(a) após o decurso do Período de Exercício das Opções ou do Prazo de Vigência;
    (b) mediante o distrato do Contrato;
    (c) se a Companhia for dissolvida, liquidada ou tiver sua falência decretada; ou
    (d) em caso de Desligamento do Participante.
    Desligamento significa qualquer ato ou fato que resulte no término da relação jurídica do participante com a Companhia. Desligamento abrange inclusive as hipóteses de rescisão de contrato de trabalho, destituição, substituição, renúncia ou não reeleição do Participante como administrador da Companhia, aposentadoria, invalidez permanente, desaparecimento ou falecimento.
Justificativas para o plano proposto:
  1. Os principais objetivos do plano
    A Outorga tem por objetivo estabelecer regras para que determinados funcionários e administradores da Companhia ou de outras sociedades sob o seu controle possam adquirir ações de sua emissão através do exercício de Opção de compra de Ações a eles outorgadas, visando, com isso, gerar o alinhamento a médio e longo prazo dos interesses dos Participantes com os interesses dos acionistas, ampliar o senso de propriedade e o comprometimento dos Participantes por meio do conceito de investimento e risco, vincular a concessão de incentivos de longo prazo com o resultado de curto prazo da Companhia, assim como e principalmente reforçar o poder de retenção de um grupo estratégico de funcionários e administradores.
  2. A forma como o plano contribui para esses objetivos
    A Outorga concede opções de compra de ações aos Participantes para incentivar melhores desempenhos na gestão e no alcance de resultado de longo prazo e, consequentemente, na valorização da Companhia e das ações por ela emitidas.
    A Outorga tem como finalidade incentivar melhores desempenhos da gestão no alcance de resultados de longo prazo, incentivando que os resultados obtidos não se percam nos anos seguintes. A outorga também incentiva o participante a buscar a continuidade de resultados positivos, haja vista que a estrutura do plano premia os Participantes por resultados positivos contínuos.
  3. Como o plano se insere na política de remuneração da companhia
    A Outorga faz parte da estratégia de retenção dos funcionários e administradores, com o compromisso destes na geração de valor da Companhia, sem fazer parte do pacote de remuneração dos Participantes.
  4. Como o plano alinha os interesses dos beneficiários e da companhia a curto, médio e longo prazo
    A Outorga busca fortalecer a retenção dos funcionários e administradores, visando o compromisso dos mesmos em gerar valor e resultados sustentáveis para a Companhia no médio e longo prazo.

 

1º Plano de Outorga de Opção de Ações

O primeiro plano foi aprovado em Assembleia Geral Extraordinária realizada em 12 de janeiro de 2018 e por Reunião de Conselho de Administração de 16 de janeiro de 2018, cujas as definições são as seguintes:

  1. Número máximo de ações abrangidas pelo plano
    O número máximo de ações que estarão sujeitas à Outorga não poderá ultrapassar 0,4% (quatro décimos de por cento) do capital social da Companhia em bases diluídas.
  2. Condições de aquisição
    Há somente uma outorga de Opções, que foi realizada na data da Assembleia Geral Extraordinária, sendo que a Outorga permanecerá vigente até 31 de março de 2022.
  3. Critérios pormenorizados para fixação do preço de exercício
    O preço de exercício é fixado em R$ 9,50 (nove reais e cinquenta centavos), corrigido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA desde a data da outorga até a data do efetivo exercício da Opção (“Preço de Exercício”).
    O Preço de Exercício corresponde ao mesmo preço pago pelos subscritores da oferta pública de ações realizada pela Companhia em outubro de 2017, sendo que tal preço excede o preço médio de negociação das ações da Companhia na B3 nos 30 pregões anteriores à data desta proposta da administração.
  4. Critérios para fixação do prazo de exercício
    Os Participantes poderão exercer as Opções Maduras somente em duas datas de exercício específicas: 31/03/2021 e 31/03/2022, conforme os critérios descritos na tabela abaixo:

    Período de Carência  Data de Exercício  Percentual de Opções Exercíveis Anualmente
    Até 30.03.2021 31.03.2021 25%. 50% ou 100% das ações poderão ser exercidas nessa data, a critério do Participante.
    31.03.2022 O saldo remanescente das opções não exercidas na primeira Data de Exercício poderão ser exercidas nessa data, a critério do Participante.

    As Opções que não forem exercidas na última Data De Exercício, 31/03/2022, serão extintas e não poderão mais ser exercidas pelos Participantes.

  5. Estimar as despesas da companhia decorrentes dos planos, conforme as regras contábeis que tratam desse assunto.
    A Companhia estima que as despesas decorrentes das Outorgas representarão, conjuntamente, o montante aproximado de R$ 2.500.000, (dois milhões e quinhentos mil de reais).
    Cabe destacar que no 1o Plano o montante acima representa apenas estimativa e (i) poderá apresentar variações significativas, e, (ii) não considera eventuais custos tributários, trabalhistas e previdenciários, decorrentes da controvérsia jurisprudencial existente sobre o tratamento devido aos planos de opção de compra de ações para colaboradores.

 

2º Plano de Outorga de Opções de Ações
O segundo plano foi aprovado em Assembleia Geral Extaordinária realizada em 25/04/2019 e por Reunião do Conselho de Administração de 05 de maio de 2019.

  1. Número máximo de ações abrangidas pelo plano
    O número máximo de ações que estarão sujeitas à Outorga não poderá ultrapassar 0,4% (quatro décimos de por cento) do capital social da Companhia em bases diluídas.
  2. Condições de aquisição
    Há somente uma outorga de Opções, que foi realizada na data da Assembleia Geral Extraordinária, sendo que a Outorga permanecerá vigente até 31 de março de 2023.
  3. Critérios pormenorizados para fixação do preço de exercício
    O preço de exercício aplicável ao Participante para aquisição das Ações é fixado em R$ 7,96 (sete reais e noventa e seis centavos) – que corresponde à média do preço do fechamento dos últimos 20 pregões até 08 de março de 2019 – corrigido pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo – IPCA desde a presente data até a data de seu efetivo exercício (“Preço de Exercício”). A correção pelo IPCA será feita sempre de forma pro rata considerando todos os dias decorridos até a data do efetivo exercício das Opções Maduras, sendo que na ausência de divulgação do IPCA para um determinado período, deverá ser utilizado o último IPCA mensal divulgado, pro rata.
  4. Critérios para fixação do prazo de exercício
    Os Participantes poderão exercer as Opções Maduras somente em duas datas de exercício específicas: 31/03/2022 e 31/03/2023, conforme os critérios descritos na tabela abaixo:

    Período de Carência  Data de Exercício Percentual de Opções Exercíveis Anualmente
    Até 30.03.2022 31.03.2022 25%. 50% ou 100% das ações poderão ser exercidas nessa data, a critério do Participante.
    31.03.2023 O saldo remanescente das opções não exercidas na primeira Data de Exercício poderão ser exercidas nessa data, a critério do Participante.

    As Opções que não forem exercidas na última Data De Exercício, 31/03/2023, serão extintas e não poderão mais ser exercidas pelos Participantes.

  5. Estimar as despesas da companhia decorrentes dos planos, conforme as regras contábeis que tratam desse assunto.
    A Companhia estima que as despesas decorrentes das Outorgas representarão, conjuntamente, o montante aproximado de R$ 1.800.000,00 (um milhão e oitocentos mil de reais).
    Cabe destacar que no 2o Plano o montante acima representa apenas estimativa e (i) poderá apresentar variações significativas, e, (ii) não considera eventuais custos tributários, trabalhistas e previdenciários, decorrentes da controvérsia jurisprudencial existente sobre o tratamento devido aos planos de opção de compra de ações para colaboradores.

Visite Nossas Lojas

Olympicus
Azaleia